MOVIMENTO EU SOU ECO

ECOANDO A SUSTENTABILIDADE

ECOPÉDIA

Enciclopédia da Sustentabilidade

Países Sustentáveis do Mundo – Último Ranking – 2023

Países mais Sustentáveis do mundo
Países mais sustentáveis do mundo – a diferença pode estar em que o PODER de realização saiu das mãos do governo, passou a ser de todos.

Tempo estimado de leitura: 20 minutos


Sustentabilidade: Países Sustentáveis – Missão Impossível ou Realidade Possível?

Em um mundo cada vez mais consciente dos desafios ambientais, a busca por modelos de desenvolvimento sustentável se torna cada vez mais urgente. Neste contexto, os países que se destacam em suas práticas sustentáveis servem como exemplos inspiradores para o restante do planeta.

Diversos países ao redor do mundo estão comprometidos com a construção de um futuro mais sustentável. Através de políticas públicas inovadoras, investimentos em tecnologias verdes e ações de conscientização da população, esses países demonstram que é possível conciliar desenvolvimento com a preservação ambiental.

Neste artigo, exploraremos os países que lideram o ranking de sustentabilidade global em 2023, analisando os fatores que contribuem para seu sucesso e as lições que podemos aprender com suas experiências. Como por exemplo, a aplicação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (os ODS).

Agenda 2030 – O que são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável?

Agenda 2030 – O que são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável?

Ao analisar as ações e os desafios desses países, esperamos inspirar a busca por soluções inovadoras e eficazes para os problemas que afetam o planeta, e contribuir para a construção de um futuro mais sustentável para todos.


O que é um país sustentável?

Um país sustentável é aquele que busca suprir as necessidades da geração atual sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprirem suas próprias necessidades. Isso significa que um país sustentável deve encontrar um equilíbrio entre o desenvolvimento social, econômico e ambiental.

Quais os principais indicadores que elegem um pais sustentável?


Baixo impacto ambiental: são medidos as Emissões de gases de efeito estufa per capita baixas. Assim como a alta taxa de reciclagem e compostagem. Também o eficiente de recursos naturais como por exemplo a água e a energia. Principalmente a preservação da biodiversidade.

Alto nível de desenvolvimento social: o acesso universal à educação, o nivel de conscientização, bem como o da saúde e do saneamento básico. Além disso, os baixos índices de pobreza e desigualdade social. Também a alta qualidade de vida para a população.

Resiliência da economia: se é baseada em princípios de sustentabilidade. Se há investimento em energias renováveis e tecnologias verdes. Além disso, se o país gera empregos verdes.

O que são Empregos Verdes? Recolocando as Pessoas Profissionalmente


Qual o caminho para ser um dos países mais sustentáveis do mundo?

O Índice de Desempenho Ambiental (EPI) é um ranking anual que avalia o desempenho ambiental de 180 países e revela os mais sustentáveis do mundo.

Ao conhecermos as experiências de sucesso e os desafios enfrentados por esses países, esperamos inspirar a busca por soluções inovadoras e eficazes para os problemas que afetam o planeta, e contribuir para a construção de um futuro mais sustentável para todos.

O EPI é composto por 32 indicadores, divididos em 11 categorias

Saúde Ambiental: Estuda a qualidade do ar, da água potável, do saneamento,, bem como da saúde ambiental infantil.

Vitalidade dos Ecossistemas: Analisa a biodiversidade, as florestas, a pesca e a agricultura de cada país.

Mudanças Climáticas: Compara dados das emissões de gases de efeito estufa, de energia renovável assim como a adaptação do páis em relação às mudanças climáticas.

Eficiência de Recursos: Verifica e pontua o uso de materiais, de água, de energias renováveis, bem como da eficiência energética de cada país concorrente.

Economia e Bem-Estar Humano: analisa o PIB per capita, a desigualdade de renda e social, a educação e, principalmente o níbel de conscientização da população sobre todos os ítens dessa lista.


Ranking dos Países Mais Sustentáveis do Mundo

De acordo com o Índice de Desempenho Ambiental (EPI) de 2023:

Top 10:

  1. Dinamarca
  2. Suécia
  3. Finlândia
  4. Noruega
  5. Suíça
  6. Nova Zelândia
  7. França
  8. Áustria
  9. Islândia
  10. Luxemburgo

Observações:

  • Os rankings de sustentabilidade podem variar de acordo com a metodologia utilizada.
  • A sustentabilidade é um conceito complexo e multifacetado.
  • É importante considerar diferentes perspectivas ao avaliar a sustentabilidade de um país.


Em 1º lugar – A Dinamarca

Participação de todos!

A Dinamarca fez muito bem sua tarefa de casa e assim mereceu o título de campeã. Por quê? Começou o processo de transição para uma economia sustentável investindo em conscientizar as pessoas. Todos os agentes do país se envolveram neste propósito. Sejam eles: os políticos; as empresas; as instituições; e com a participação de toda a sociedade. Enfim, isso fez toda a diferença!

Ainda não? Então veja que legal! O “Exemplo Dinamarquês” é: o modelo adotado pelo país na busca para alcançar uma plataforma de desenvolvimento sustentável. 

persistentes. Em segundo lugar, a própria população dinamarquesa colocou uma meta que é: atingir a neutralidade de CO2 até o ano de 2025.

Todos os agentes do país estão envolvidos neste propósito. Sejam eles os políticos, as empresas ou as instituições, contando assim com a participação de toda a sociedade. Isso fez toda a diferença!

Logo, o modelo de desenvolvimento dinamarquês provou ao mundo que é sim possível alcançar um alto nível de crescimento industrial e econômico sem gerar degradação ambiental.

Em terceiro lugar: a conscientização foi o ponto forte do plano elaborado por todos os cidadãos. Assim, um novo olhar foi lançado sobre a atitude que vinham tendo em relação à vida e ao país.

Post completo: Dinamarca é o país mais sustentável do mundo (Abre numa nova aba do navegador)


Em 2º lugar – Suécia

O país que está ficando sem lixo!

Você sabia que a Suécia está ficando sem lixo? Como assim? É verdade. Estou falando sério! O sistema de reciclagem na Suécia é tão moderno e eficiente que o país está ficando literalmente sem lixo. Hoje, a Suécia é um dos líderes mundiais em gestão de resíduos sólidos e resíduos químicos. Em 2017 a Suécia reciclou 93 % das embalagens de vidro utilizadas domesticamente; 81% das embalagens metálicas; e 80% dos resíduos de papel e papelão.

Suécia é o segundo país mais sustentável do mundo
Bandeira da Suécia – Post completo: Suécia é o segundo país mais sustentável do mundo

A Suécia é uma nação que ancora sua economia no setor de serviços. Principalmente nas áreas da telecomunicação e da tecnologia da informação.

O país investe fortemente, sobretudo, no desenvolvimento de novas tecnologias.

Você sabia?

O Spotify, seu companheiro musical diário, é uma empresa Sueca? Não sabia? Pois é, agora já sabe! 

A Suécia lidera os rankings internacionais relacionados ao desenvolvimento tecnológico. Essa foi a base para a grande revolução sustentável que está em curso no país.

Em suma, a pequena nação Sueca apostou na tecnologia como ponte para o futuro. Por isso, vem investindo cada dia mais no desenvolvimento de novas tecnologias sustentáveis e alternativas.

Post completo: O segundo país mais sustentável do mundo: A Suécia (Abre numa nova aba do navegador) – saiba como a Suécia consegue fazer isso.


Em 3º lugar – A Finlândia

Menos educação, mais conscientização

Na Finlândia: eles entenderam que educar a ação não funciona. Ou seja, a educação como é utilizada pode ser um equívoco! Por quê? Preferem conscientizar a ação em vez de dizer como algo DEVE ser feito. Entendem que assim a pessoa vai decidir o que faz por si mesma. Em suma, faz por consciência e não por obrigação ou condição. Então, veja bem: a Finlândia pretende criar o mercado de Economia Circular mais funcional do mundo. Para isso investe pesado em conscientização. 

A Finlândia é o 3º país mais sustentável do mundo
Bandeira da Finlaândia – Post completo: A Finlândia é o 3º país mais sustentável do mundo

Os finlandeses se destacam por pensar diferente em relação a diversos aspectos, como a educação, a reciclagem, a distribuição de renda universal, a energia limpa e o comprometimento ambiental e estabilidade fiscal. Em suma, na Finlândia, o objetivo é conscientizar as pessoas em vez de impor leis que punam seus cidadãos. Então, a ideia é fazer com que as pessoas decidam por si mesmas o que fazer, agindo por consciência e não por obrigação ou condição.

Esses são só alguns dos itens do sucesso Finlandês na construção de uma sociedade mais justa e sustentável.

Você quer saber sobre cada um destes pensamentos?

Post completo: : A 3ª nação mais sustentável do mundo: a Finlândia (abra outra janela em seu navegador)


Em 4º lugar – A Noruega

A Noruega é um dos países mais sustentáveis do mundo devido ao seu compromisso com a energia renovável, a eficiência energética, o transporte sustentável, a conservação da natureza, a economia verde e a implementação de políticas públicas que promovem a sustentabilidade.

Noruega: eleita um dos países mais sustentáveis do mundo

Post completo: A Noruega: eleita um dos países mais sustentáveis do mundo

É importante destacar que a sustentabilidade é um processo contínuo e que a Noruega ainda enfrenta desafios, como a redução das emissões de gases de efeito estufa provenientes da indústria do petróleo e gás.

No entanto, a Noruega é um exemplo para outros países que desejam construir um futuro mais sustentável.

Energia renovável: A Noruega é líder mundial na produção de energia renovável, principalmente hidrelétrica.

Eficiência energética: A Noruega também é um país muito eficiente no uso de energia.

Transporte sustentável: A Noruega tem um forte compromisso com o transporte sustentável.

E muito mais! Saiba mais sobre o motivo de a Noruega estar em quarto lugar no ranking.

Saiba tudo sobre a Noruega (abre outra janela em seu navegador



A Suíça como 5º país mais sustentável do mundo

A Suíça figura frequentemente entre os países mais sustentáveis do mundo, ocupando atualmente o 5º lugar no Índice de Desempenho Ambiental (EPI), elaborado pela Universidade de Yale. Essa posição destaca o compromisso do país com a preservação ambiental e a construção de um futuro sustentável.

Bandeira da Suiça
Bandeira da Suiça

Fatores que contribuem para a alta sustentabilidade da Suíça

Por exemplo:

  • A Suíça obtém mais de 90% de sua eletricidade de fontes renováveis, como energia hidrelétrica, eólica e solar.

  • O país tem um dos mais altos níveis de eficiência energética da Europa.

  • Além disso, possui um sistema de transporte público extenso e eficiente.

  • Possui uma forte cultura de reciclagem e compostagem.


Em 6º lugar – A Nova Zelandia


A Nova Zelândia é frequentemente considerada um país líder em sustentabilidade, ocupando o 6º lugar no Índice de Desempenho Ambiental (EPI) de 2023. Essa posição destaca o compromisso do país com a proteção ambiental e a construção de um futuro sustentável.

Bandeira da Nova Zelândia
Bandeira da Nova Zelândia

Fatores que contribuem para a alta sustentabilidade da Nova Zelândia:

Por exemplo:

  • Energia renovável: A Nova Zelândia investe muito em energia renovável, principalmente energia geotérmica e hidrelétrica. O país possui um dos maiores índices de geração de energia renovável per capita do mundo.

  • Eficiência energética: O país possui um alto nível de eficiência energética, com políticas e tecnologias que promovem o uso racional da energia.

  • Conservação da natureza: Os neozelandeses possuem uma forte cultura de conservação da natureza, com áreas protegidas que cobrem mais de 30% do território nacional.

  • Agricultura sustentável: Os produtores da Nova Zelândia promovem práticas agrícolas sustentáveis, como a agricultura orgânica e a redução do uso de pesticidas e fertilizantes.

  • Turismo sustentável: os neozelandeses promovem o turismo sustentável, que minimiza o impacto ambiental e beneficia as comunidades locais.


Em 7º lugar – A França

Mudança da visão coorporativa

Diversas empresas francesas figuram no topo da tradicional lista The Global 100. Resumindo, esse ranking reúne as 100 empresas que melhor aplicam práticas sustentáveis em seus cotidianos, bem como novas culturas. São empresas que estão empenhadas nas Melhores Práticas Sustentáveis (ESG). Para saber mais clique aqui em: O que são as ESG e como aplicá-las? Portanto, esses países mostram ao mundo que uma mudança cultural no ambiente corporativo é muito bem vinda e necessária. Sim senhor!

É com grande entusiasmo que observamos a forte presença de empresas francesas no topo do ranking The Global 100, que reconhece as 100 empresas que mais se destacam na aplicação de práticas sustentáveis em seus cotidianos e na construção de novas culturas. Essa conquista é um reflexo do compromisso crescente do país com a sustentabilidade e com a implementação das Melhores Práticas Sustentáveis (ESG).

Empresas Francesas como Pioneiras da Sustentabilidade:

  • Airbus: A gigante aeroespacial se destaca pela ambiciosa meta de alcançar zero emissão líquida de carbono até 2050, investindo em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias inovadoras e sustentáveis para a aviação.

  • Schneider Electric: A líder global em soluções de gerenciamento de energia e automação demonstra seu compromisso com a sustentabilidade por meio de seus produtos e serviços, que contribuem para a eficiência energética e a redução de emissões de carbono.

  • L’Oréal: A empresa de cosméticos se destaca por suas iniciativas em prol da sustentabilidade, como a redução do uso de plástico em suas embalagens, a utilização de ingredientes de origem sustentável e o compromisso com a ética e a responsabilidade social.

Quer saber mais? Clique em: França: Sucesso Premiado Em Sustentabilidade Corporativa


Em 8º lugar em sustentabilidade – Áustria

A Áustria figura frequentemente entre os países mais sustentáveis do mundo, ocupando atualmente o 8º lugar no Índice de Desempenho Ambiental (EPI), elaborado pela Universidade de Yale. Essa posição destaca o compromisso do país com a preservação ambiental e a construção de um futuro sustentável.

Bandeira da Áustria
Bandeira da Áustria

  • Emissões de carbono: A Áustria tem como meta alcançar a neutralidade de carbono até 2040.

  • Plano de Economia de Água: O governo austríaco implementou um plano para reduzir o consumo de água.

  • Programa de Reciclagem: A Áustria possui um programa de reciclagem altamente eficiente, com taxas de reciclagem acima de 60%.

  • Campanhas de conscientização: O governo austríaco realiza campanhas de conscientização para promover a sustentabilidade entre a população.

Desafios para a sustentabilidade na Áustria

  • Consumo de recursos: A Áustria ainda tem um alto consumo de recursos, como água e energia.

  • Impacto do turismo: O turismo pode ter um impacto negativo no meio ambiente, especialmente em áreas montanhosas.

  • Mudanças climáticas: As mudanças climáticas representam um desafio para a Áustria, que precisa adaptar sua infraestrutura e economia aos impactos do clima.


Em 9º lugar em sustentabilidade – Islândia

A Islândia figura frequentemente entre os países mais sustentáveis do mundo, ocupando atualmente o 9º lugar no Índice de Desempenho Ambiental (EPI), elaborado pela Universidade de Yale. Essa posição destaca o compromisso do país com a preservação ambiental e a construção de um futuro sustentável.

Fatores que contribuem para a alta sustentabilidade da Islândia:

  • Energia renovável: A Islândia é líder mundial na geração de energia renovável, com 100% de sua eletricidade proveniente de fontes renováveis, como energia geotérmica e hidrelétrica.

  • Eficiência energética: A Islândia possui um alto nível de eficiência energética, com políticas e tecnologias que promovem o uso racional da energia.

  • Transporte público: A Islândia possui um sistema de transporte público eficiente e acessível, que incentiva a população a deixar seus carros em casa.

  • Reciclagem e tratamento de resíduos: A Islândia possui um sistema de reciclagem e tratamento de resíduos altamente eficiente, com taxas de reciclagem acima de 90%.

  • Conservação da natureza: A Islândia possui uma forte cultura de conservação da natureza, 


Em 10º lugar em sustentabilidade – Luxemburgo

Luxemburgo figura frequentemente entre os países mais sustentáveis do mundo, ocupando atualmente o 10º lugar no Índice de Desempenho Ambiental (EPI), elaborado pela Universidade de Yale. Essa posição destaca o compromisso do país com a preservação ambiental e a construção de um futuro sustentável.

Bandeira de Luxemburgo
Bandeira de Luxemburgo

O que faz de Luxemburo um país sustentável?

Por exemplo:

  • Energia renovável: Luxemburgo investe heavily em energia renovável, principalmente energia solar e eólica. O país possui um dos maiores índices de geração de energia renovável per capita da Europa.

  • Eficiência energética: Luxemburgo possui um alto nível de eficiência energética, com políticas e tecnologias que promovem o uso racional da energia.

  • Transporte público: Luxemburgo possui um sistema de transporte público eficiente e acessível, que incentiva a população a deixar seus carros em casa.

  • Reciclagem e tratamento de resíduos: Luxemburgo possui um sistema de reciclagem e tratamento de resíduos altamente eficiente, com taxas de reciclagem acima de 50%.

  • Conservação da natureza: Luxemburgo possui uma forte cultura de conservação da natureza, com áreas protegidas que cobrem mais de 30% do território nacional.


O que é preciso fazer para um país ser sustentável?

Veja bem, não adianta nada você separar seu lixo se sua cidade não conta com um sistema de reciclagem bem desenvolvido. Na mesma linha, nada adianta que sua cidade tenha um sistema de limpeza urbana supermoderno e a cidade vizinha não.

Pior ainda: não adianta nada a sua cidade ter reciclagem e um sistema de limpeza se você continuar gerando resíduos e nem ao menos os separar.

Entende? Acima de tudo, a mudança deve ser Macro. Isso mesmo, devemos agir no Micro para impactar no Macro. Todos devemos estar envolvidos e fazer sua parte no processo.

 Sem união e comprometimento não temos sustentabilidade

É necessário que: A sociedade civil, as empresas e os governo, caminhem todos juntos pela sustentabilidade. 

Portanto: Grandes investimentos devem ser feitos para que um país se torne sustentável, principalmente em conscientização. Eles devem estar focados em áreas estratégicas e orientados a colher os resultados desse esforço a médio e longo prazo.


O papel do Governo é essencial na eleição dos países sustentáveis

O governo é sobretudo, quem vai gerenciar essa mudança gradual. Ou seja, criando as oportunidades necessárias para que os esforços coletivos possam ser valorizados. 

Menos leis, mais conscientização

Não apenas criando novas leis e punições. Ao contrário, cabe ao governo orientar em vez de punir e ditar as regras.

Ademais, fica a cargo dos governos o papel da fiscalizadores. Além disso: dar suporte. Como? Criando políticas públicas que facilitem a introdução de práticas mais sustentáveis por parte das empresas e das indústrias. 

Um bom exemplo disso é a criação de fundos de investimento para empresas que querem se tornar mais sustentáveis. Que gostariam de ser sustentáveis! Mas: não contam com os recursos necessários para isso. 

Assim, o papel do governo também se mostra muito importante dentro das instituições de ensino e pesquisa.

A conscientização é a chave
Antes de mais nada, um país Sustentável deve compreender que a sustentabilidade só pode prosperar quando existe consciência envolvida no processo.

Ou seja: a educação precisa ser substituída pela conscientização e com a orientação ambiental são essenciais nessa mudança de cultura. Educar a ação é algo que precisa ser repensado, pois isso é transmissão de erros e as coisas não mudam dessa forma.

Portanto, as universidades e centros de pesquisa podem focar sua atenção na obtenção de novas tecnologias orientadas e orientadoras à sustentabilidade e ao desenvolvimento consciente da nação.

Referências de pesquisa

Artigos:

Livros para saber mais sobre Países mais sustentáveis:

Sustentabilidade: Um Guia para o Século XXI:  de Robert Costanza

O Futuro da Sustentabilidade: de Jeffrey Sachs

Países Sustentáveis: Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável: de Ignacy Sachs

Outras fontes de ranking de sustentabilidade:

Continue o raciocínio

Deixe sua impressão

Seja um Eco - Compartilhe e ajude o planeta!

Respostas

Relacionados

Mais Recentes

Traduzir »
logo 123 ecos