MOVIMENTO EU SOU ECO

ECOANDO A SUSTENTABILIDADE

ECOPÉDIA

Enciclopédia da Sustentabilidade

O Desenvolvimento das Cidades Litorâneas e seus Impactos

Cidades litorâneas
Entenda como o desenvolvimento das cidades litorâneas causa muitos impactos negativos e afeta toda a sustentabilidade do nosso planeta.

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

Como o desenvolvimento das cidades litorâneas impacta na sustentabilidade?

O desenvolvimento urbano nas cidades litorâneas tem gerado grandes impactos negativos para a sustentabilidade do nosso planeta. Ao longo dos últimos anos, esse fato tem chamado a atenção de órgãos governamentais, de instituições privadas e de organizações sem fins lucrativos sobre o tema. 

Isso acontece mesmo a gente sabendo que o litoral brasileiro é um dos mais ricos e diversificados do mundo, pois abriga importantes ecossistemas marinhos e costeiros. Então, se ele tem tanta importância, por que ele vem sofrendo degradação?

É isso que vamos aprender neste artigo. Nele, vou te mostrar, como o crescimento econômico e social dessas cidades está afetando os sistemas naturais. Além disso, vou te apresentar algumas possíveis soluções para conservar o nosso litoral.

Vamos lá!

Cidades litorâneas e seus impactos na sustentabilidade
O desenvolvimento das cidades no litoral impacta na sustentabilidade

O que são cidades litorâneas? Quais são as suas principais características?

Quando falamos em cidades do litoral, estamos nos referindo a áreas urbanas localizadas nas margens de rios, lagos, oceanos ou mares. Essas cidades apresentam características únicas, sendo a principal o fato de estarem intimamente ligadas às condições climáticas e ao meio ambiente. 

Só para você ter uma ideia, o Brasil possui mais de 7 mil km de litoral, que aumenta para mais de 9 mil km se consideramos as saliências e as reentrâncias da nossa costa. Ele é dividido em zonas. Cada uma, inclusive, possui características diferentes de acordo com a fauna e com a flora da região.

No geral, pode haver a presença de praias, dunas, manguezais, restingas, matas de várzea, costões rochosos, rios e muito mais. Além disso, nesses locais é possível encontrar desde moluscos, crustáceos e pássaros até espécies ameaçadas de extinção como tartarugas-marinhas e peixes-boi.

Ou seja, existe uma enorme e importante biodiversidade!

Outra característica das cidades litorâneas é que elas são áreas de grande densidade populacional e de intenso desenvolvimento econômico. Isso, por sua vez, gera impactos negativos para o meio ambiente.

Os impactos do desenvolvimento das cidades do litoral 

Para compreender a íntima relação entre as cidades litorâneas e a sustentabilidade, primeiro preciso te falar sobre os atrativos dessas regiões. Então, estas cidades são destinos turísticos, locais de exploração de recursos naturais e oferecem um ambiente favorável para a criação de infraestruturas urbanas, como por exemplo redes hoteleiras, transportes públicos e privados, parques aquáticos e diversas outras opções de entretenimento para todos os gostos.

Dessa forma, por ter estes atrativos e como consequência gerar muito desenvolvimento, são gerados graves impactos ambientais. 

Vou te dar alguns exemplos.

Perda de biodiversidade

À medida que ocorre o processo de desenvolvimento do litoral, torna-se necessário modificar o espaço ao seu redor. Essa transformação, frequentemente, implica em desmatar, devastar ecossistemas marinhos, além de interferir na rota migratória de aves e outras espécies nativas.

Isso inclui também a destruição dos corais marinhos, que são muito importantes para ajudar a manter a sustentabilidade do nosso planeta.

Poluição do ar

Em consequência do desenvolvimento urbano nas cidades costeiras, verifica-se um aumento nas emissões de gases de efeito estufa, como o dióxido de carbono (CO2), na atmosfera. Esse fenômeno ocorre, sobretudo, devido à expansão do setor de transporte nessas áreas, bem como pela instalação de indústrias, comércios e residências.

Vale a pena lembrar que o CO2 junto com o metano e o óxido nitroso são os principais causadores do aquecimento global, fenômeno responsável pelas mudanças climáticas que o planeta vem sofrendo ao longo dos anos. 

Poluição da água

Infelizmente, na maioria das vezes, desenvolvimento urbano e saneamento básico não andam lado a lado. Ou seja, o crescimento desordenado das cidades ao redor do litoral brasileiro acaba comprometendo a qualidade da água, a saúde e a qualidade de vida dos animais marinhos e dos moradores dessas regiões.

Aumento da quantidade de lixo gerado

Por fim, dentre os inúmeros impactos das cidades litorâneas para o meio ambiente, o acúmulo de lixo também se destaca como um problema relevante.

Com o aumento significativo da população e com a falta de políticas públicas para o gerenciamento de resíduos domésticos, comerciais e industriais, boa parte do lixo gerado vai parar em terrenos baldios, lixões e até mesmo nas ruas. 

E para piorar essa situação que já é grave, em dias de chuvas esse lixo segue o curso das águas e vai parar nos rios, nos oceanos e nos mares, matando milhares de espécies de animais.

Lixo nas cidades litorâneas
O lixo é uma das consequências do desenvolvimento das cidades litorâneas

O que pode ser feito para garantir a sustentabilidade do litoral?

Para garantir a sustentabilidade das cidades litorâneas, é necessário que sejam tomadas ações para controlar o desenvolvimento urbano e para diminuir os seus impactos negativos na natureza.

Isso inclui desde políticas públicas de saneamento básico, gerenciamento de recursos hídricos e ações de manutenção e restauração dos ecossistemas costeiros e marinhos até a criação de projetos de educação ambiental para a população ao redor.

Entretanto, preciso falar sobre uma questão muito importante e que faz toda a diferença: cada um de nós deve fazer a nossa parte para conservar o litoral e auxiliar na preservação dos recursos naturais para as futuras gerações.

Por isso, a seguir, cito algumas atitudes simples que você pode adotar no seu dia a dia, como por exemplo:

  • Diminuir o uso de plástico;
  • Priorizar produtos biodegradáveis;
  • Utilizar transporte público (ônibus) ou alternativo (bicicleta e patinetes);
  • Participar da coleta seletiva de lixo, separando os resíduos para facilitar a reciclagem;
  • Estimular o turismo ecológico; e
  • Apoiar a pesca sustentável.

E então, viu como a gente pode ajudar a tornar o planeta mais sustentável? Mesmo que o desenvolvimento das cidades litorâneas impacte negativamente o meio ambiente, através da adoção de medidas apropriadas, podemos amenizar esses problemas. Mas, para isso, é fundamental que cada pessoa faça a sua parte e incentive a conscientização ambiental desde cedo.

Continue o raciocínio...

Deixe sua impressão

Respostas

Relacionados

Traduzir »
logo 123 ecos