MOVIMENTO EU SOU ECO

ECOANDO A SUSTENTABILIDADE

ECOPÉDIA

Enciclopédia da Sustentabilidade

Quem é Ailton Krenak, o escritor indígena da sustentabilidade?

Ailton Krenak
Saiba quem é Ailton Krenak, escritor indígena brasileiro, conheça seus principais livros e qual o seu papel na promoção da sustentabilidade

Tempo estimado de leitura: 7 minutos

Conheça Ailton Krenak e suas principais obras

Ailton Krenak é um escritor indígena brasileiro, com vários livros já publicados, e que tem um papel fundamental na promoção da sustentabilidade. Ambientalista, ativista e filósofo, ele também é autor de vários livros que inspiram as pessoas a pensarem de forma diferente sobre a natureza e a preservação do meio ambiente.

Então, te convido a conhecer mais sobre esse líder indígena, seus livros e sua importância para o nosso planeta.

Vamos lá?

Ailton Krenak, personalidade da sustentabilidade
Ailton Krenak, um importante nome da sustentabilidade brasileira

Quem é Ailton Krenak?

Ailton Alves Lacerda Krenak é membro e o líder da etnia Krenak, uma tribo indígena brasileira. Nascido em 1953 em Itabirinha, Minas Gerais, é escritor, ativista ambiental e professor Honoris Causa pela UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora – MG).

Seu amor pela natureza, de fato, começou desde muito cedo, uma vez que foi criado na região do Vale do Rio Doce até os 17 anos. Posteriormente, na década de 1980, já adulto e alfabetizado, ele passou a dedicar a sua vida ao movimento indígena.

Além disso, defendia a preservação dos direitos das mais diferentes tribos, abordando essa questão de forma holística. Dessa maneira, demonstrava um compromisso profundo com a causa indígena e o meio ambiente. 

Krenak não apenas luta pelo direito à vida dos índios, mas também pela preservação das suas terras e culturas, que inclui línguas, costumes e valores.

Em 1985 fundou o Núcleo de Cultura Indígena, organização não governamental sediada na Serra do Cipó, em Minas Gerais. O principal objetivo dessa ONG é promover a cultura indígena na região e arredores.

Para tanto, realiza reuniões e festividades entre os diferentes povos, proporcionando um ambiente de integração e troca cultural. Assim, é capaz de fortalecer as raízes e a identidade das comunidades indígenas envolvidas.

Mais tarde, em 1987, participou da formulação da Constituição Brasileira de 1988. 

Graças a Ailton, a atual Constituição Brasileira possui vários artigos relacionados aos direitos dos povos indígenas.

Principais livros de Ailton Krenak

Ailton Krenak é autor de vários livros que abordam a preservação da natureza, o meio ambiente, os direitos humanos e a sustentabilidade. 

A seguir, vou falar um pouco sobre as principais obras de Krenak. 

Ideias para Adiar o Fim do Mundo (2019)

Lançado em 2019, o livro é uma adaptação das palestras e entrevistas realizadas por Krenak em sua ida a Lisboa, em 2017. Essa obra é uma crítica contundente sobre como o homem se vê separado da natureza e, dessa forma, não percebe a degradação que suas atividades irresponsáveis provocam no meio ambiente.

Segundo o autor, a sociedade mercantilizada trata o planeta Terra e a humanidade como coisas separadas. Essa visão, por outro lado, trafega na contramão das crenças indígenas, que valorizam a interconexão entre os seres humanos e a natureza como um todo. 

De forma geral, o livro descreve a percepção indígena sobre a ideia do desenvolvimento sustentável da sociedade e nos convida a refletir sobre as nossas ações reducionistas.

Livro "Ideias para adiar o fim do mundo"
Livro “Ideias para adiar o fim do mundo”

O Amanhã Não Está à Venda (2020)

Neste livro curto, de apenas 12 páginas, Ailton Krenak retrata a sua visão indígena sobre a pandemia da COVID-19.

Ou seja, em “O Amanhã Não Está à Venda”, o escritor trata a pandemia como uma oportunidade de mudarmos as nossas ações, de valorizarmos mais a vida, as pessoas e a natureza. 

Segundo Ailton, de fato, o novo normal só faz sentido se mudarmos os nossos hábitos, principalmente os de consumo, em prol da preservação dos recursos naturais. Caso contrário, a morte de milhões de pessoas no mundo inteiro, infelizmente, terá sido em vão.

Livro de Krenak, "O amanhã não está à venda"
Livro de Krenak, “O amanhã não está à venda”

A Vida Não é Útil (2020)

Nesta obra Krenak imprime sua visão indígena sobre vida e morte, bem como sobre a relação da humanidade com o planeta Terra e seus recursos naturais. 

Trata-se, na verdade, de mais uma crítica ao nosso atual modelo econômico, capitalista, consumista e altamente predatório.

Por outro lado, “A Vida Não é Útil” também é um convite para repensarmos se somos de fato emancipados da natureza e como as nossas ações podem tornar o planeta inabitável daqui a alguns anos.

Livro " A vida não é útil"
Livro ” A vida não é útil”

Futuro Ancestral (2022)

Em seu livro mais recente o escritor indígena Ailton Krenak trata a natureza como o futuro das civilizações. Não um futuro apocalíptico, mas sim de redenção e ancestral. Segundo o autor, 

Os rios, esses seres que sempre habitaram os mundos em diferentes formas, são quem me sugerem que, se há futuro a ser cogitado, esse futuro é ancestral, porque já estava aqui”.

Livro " O futuro ancestral", de Ailton Krenak
Livro “Futuro ancestral”

Papel de Ailton Krenak na promoção da sustentabilidade

Como deu para notar pela biografia e livros publicados, Ailton Krenak é um ativista ambiental que luta pela preservação dos recursos naturais do planeta e pelos direitos dos povos indígenas. Ao longo dos anos ele tem atuado como representante de diferentes tribos para que estas tenham acesso às mesmas oportunidades que as outras comunidades.

Ailton Krenak também acredita que a preservação da Amazônia e a promoção da sustentabilidade devem andar de mãos dadas.

Assim, ele acredita que a Amazônia deve ser preservada para garantir o futuro das comunidades indígenas e o futuro da própria humanidade de maneira geral.

O que podemos aprender com os seus livros?

Os livros de Ailton Krenak, portanto, nos ensinam muito sobre a preservação do meio ambiente, direitos humanos e sustentabilidade. Além disso, são obras que nos estimulam a valorizar as culturas indígenas e a refletir criticamente sobre o sistema capitalista em que vivemos.

Ao ler suas obras, podemos ainda nos inspirar a questionar nossos próprios comportamentos e valores, refletir sobre como nossas ações impactam o meio ambiente, e buscar formas de viver de maneira mais harmoniosa com a natureza.

Da mesma forma, os livros de Krenak podem incentivar o engajamento político e social em defesa dos direitos indígenas e da preservação ambiental, contribuindo para a construção de um futuro mais sustentável para todos.

E então, o que você achou do trabalho do líder e escritor indígena Ailton Krenak?

Continue o raciocínio...

Deixe sua impressão

Respostas

Relacionados

Traduzir »
logo 123 ecos